Asteroide do tamanho de um carro passa bem próximo da Terra

O 2020 OY4 só foi detectado horas antes de atingir o ponto mais perto do nosso planeta em sua trajetória - uma distância que o aproximou da órbita dos satélites geoestacionários.

Por jurandanews em julho 29, 2020

Enquanto estávamos todos de olho na passagem do cometa Neowise, um outro asteroide, do tamanho de um carro, passou “raspando” pela Terra. Detectado no último domingo (26), o 2020 OY4 passou pelo ponto mais próximo do nosso planeta em sua trajetória na manhã desta terça (28).

Antes de mais nada: sim, isso acontece o tempo todo. E mais: 42 mil quilômetros (a altura que o asteroide passou da Terra, de acordo com a Nasa) pode não parecer uma distância tão pequena assim, mas se levarmos em conta que satélites geoestacionários orbitam o planeta a  35 mil km acima do equador, e a Agência Espacial Europeia disse que o 2020 OY4 chegou a atingir 35,17 km em seu sobrevoo.

Essa distância é apenas 11% da média entre a Terra e a Lua. É mais perto do que outros dois asteroides com tamanhos similares que passaram por aqui em detecções anteriores, como o 2020 HS7 em abril (36 mil km) e o 2019 OK, do ano passado (73 mil km). Para efeitos de comparação, em seu ponto mais próximo, o já citado Neowise passou a 103,5 milhões de quilômetros de distância.

Mas mesmo que o asteroide nos atingisse, não ofereceria perigo. Com um tamanho estimado entre 2,3 e 5,2 metros de diâmetro, ele é muito pequeno para causar dano – ou até mesmo para ser visto a olho nu, apesar de ter passado tão perto daqui.

Em junho de 2019, um asteroide ligeiramente maior que 2020 OY4 atingiu a Terra, mas se desfez na atmosfera. Agora, o 2020 OY4 segue seu curso em orbita do Sol, a uma velocidade de 12,4 km/s. Mas volta daqui a quase um ano, no dia 26 de julho de 2021.

Artigos Relacionados